Início > Notícias > Lendo
Cinco passos para se tornar um gestor empreendedor

Publicada em 21/10/2020

Neste momento de retomada da economia, diante da crise causada pela pandemia do coronavírus, o Sebrae reforça a importância de fortalecer a atividade empreendedora no país, em especial nos municípios brasileiros. Para isso, a instituição tem contribuído, para qualificar o debate eleitoral em torno da valorização dos pequenos negócios nos planos de governo dos futuros gestores municipais.
 
Para o presidente do Sebrae, Carlos Melles, é fundamental que os candidatos se juntem à força do empreendedorismo para fazer seu município crescerem. Dada a importância central que os pequenos negócios desempenham na economia brasileira, ao representarem 98% das empresas do país, sendo responsáveis por 54% dos empregos formais, as micro e pequenas empresas precisam ter uma atenção especial nas futuras gestões municipais.
 
“São os municípios que possuem a grande força para o desenvolvimento do nosso país. Nesse sentido, prevemos grandes responsabilidades para os gestores nos próximos anos. Caberá a cada candidato ou candidata se comprometer com o seu eleitor para colocar a economia nos eixos e trazer prosperidade para o seu município. Acreditamos que tudo o que for feito para apoiar os pequenos negócios trará benefícios para toda a sociedade”, destacou Melles.
 
Desde 2000 o Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor tem reconhecido os esforços dos gestores municipais que implantaram projetos com resultados comprovados, com foco no desenvolvimento dos pequenos negócios. A iniciativa já recebeu quase 10 mil projetos inscritos e teve 918 vencedores estaduais, com 94 vencedores em nível nacional. Sua 10ª edição foi realizada em meados do ano passado.
 
Além de valorizar o trabalho de prefeitos e prefeitas, a premiação contribui para identificar e divulgar as boas práticas e a capacidade administrativa desses gestores. Mas o que será que faz uma prefeita ou prefeito empreendedor?
 
Pensando em ajudar candidatos e candidatas das próximas eleições municipais a se tornarem gestores empreendedores, o Sebrae elaborou as cinco dicas a seguir, que fazem parte do Guia Candidato Empreendedor, disponível para download aqui.
 
 
1. Valorize o empreendedorismo e apoie o empreendedor local
 
O cargo de gestor público requer diversas habilidades, mas uma delas se destaca quando se trata de ter uma postura empreendedora: a habilidade de gerar conexões com os pequenos negócios. Reconhecer a força dos pequenos negócios é apoiar os empreendedores no âmbito local. Uma iniciativa nesse sentido pode ser a criação da Sala do Empreendedor na Prefeitura, local de referência para o atendimento qualificado para quem já tem ou quer ter seu próprio negócio. O Sebrae presta todo o suporte para a instalação das Salas do Empreendedor nos municípios, onde o empreendedor pode receber orientações e estímulo para se capacitar em cursos técnicos e gerenciais que farão a diferença no sucesso do negócio.
 
2. Crie um ambiente favorável aos donos de micro e pequenas empresas locais
 
A desburocratização é vista como um facilitar para o sucesso dos pequenos negócios, proporcionando aos municípios agilidade no processo de abertura das empresas, geração de empregos e oportunidades aos seus cidadãos. Ao melhorar e modernizar o ambiente público com foco na economia local, as micro e pequenas empresas se tornam mais competitivas, contribuindo para a retomada da recuperação da economia. Promova ações para que o seu município faça parte da RedeSim, sistema nacional que integra juntas comerciais, prefeituras, órgãos de inscrição tributária e licenciamento.
 
3. Amplie a participação dos pequenos negócios nas compras públicas
 
O aumento da participação dos pequenos negócios locais nas compras governamentais contribui para o aumento do emprego, garante maior economia aos cofres públicos e retém renda no próprio município. Ao adotar a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, que determina o tratamento diferenciado aos empreendimentos de menor porte, é possível adquirir produtos da agricultura familiar para a merenda escolar, por exemplo.
 
4. Fortaleça a identidade e as vocações do seu município
 
O gestor empreendedor sabe valorizar a identidade e vocação do seu município, potencializando suas riquezas. Com isso, ele cria uma vantagem competitiva e atrai oportunidades de negócios em áreas como turismo, agronegócio, indústria ou comércio, gerando emprego e renda. Além disso, outra forma de dar notoriedade e reputação aos produtos e atrativos locais é por meio da obtenção da Indicação Geográfica (IG), junto ao Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPE). Ao ser reconhecido como uma IG, além de conquistar proteção, o território atrai oportunidades de negócios, com a agregação de valor aos produtos e serviços registrados do local, maior acesso a mercados dentro e fora do país, aumento do fluxo de turistas, dentre outros benefícios.
 
5. Inclua o ensino do empreendedorismo nas escolas
 
A difusão da cultura empreendedora nas escolas também faz parte das ações de um gestor empreendedor. Com o início da implementação da Base Nacional Curricular Comum (BNCC), temáticas do empreendedorismo tornaram-se parte dos currículos escolares. Com o apoio do Sebrae, que desde 2013, desenvolve o Plano Nacional de Educação Empreendedora que já alcançou 4,5 milhões de estudantes e 165 mil professores em todo o país, os gestores têm acesso a um conjunto de ferramentas pedagógicas não só para os estudantes, como também para os professores, considerados peças fundamentais neste processo
Leia também
Rua Bernardo Ferraz, 383 - Bairro Aterrado
Volta Redonda - RJ - CEP: 27213-020
Telefones: (24) 3347-1330 / (24) 3347-4570
Desenvolvido por Rian Design