Início > Notícias > Lendo
Nova empresa de estacionamento rotativo assina contrato com Prefeitura

Publicada em 23/10/2019

 
 
Os moradores de Volta Redonda e motoristas que passam pela cidade vão ter mais facilidade para encontrar vagas de estacionamento, a partir de 1º/12.  A data foi anunciada durante a assinatura do contrato para operação do novo estacionamento rotativo, que vai trazer mais funcionalidade para os usuários. A assinatura aconteceu nesta quarta-feira, 23, na prefeitura. Pelo consórcio vencedor da licitação estiveram presentes, os diretores Luiz Baltar e Gustavo Nóbrega, além do gerente de Operações, Hoffmann Barbosa. 
Equipada com tecnologia de ponta, a VR Parking Digital nasce da expertise da Areatec em softwares e a experiência da Sinalvida em gestão de estacionamentos, que juntas formam o consórcio vencedor da licitação para concessão do Estacionamento Rotativo de Volta Redonda, que vinha sendo operado pela EPD (Empresa de Processamento de Dados), da prefeitura.
A primeira fase de implantação do novo sistema já começa hoje com a sinalização, que será feita no período noturno, de 22 às 5h, para não gerar transtornos no trânsito. O gerente de Operações da Sinalvida, Hoffmann Barbosa, será feita a sinalização indicando cada vaga, otimizando o uso do espaço para disponibilizar o máximo de vagas possíveis para os usuários. 
“Esse trabalho deve ir até o final de novembro, mas como esse tipo de serviço depende de algumas variáveis como chuva, ocupação na via, por exemplo, não podemos determinar o dia de conclusão”, disse. Nesta primeira fase, a sinalização será alterada na Vila Santa Cecilia, Aterrado e Centro. “Enquanto a requalificação estiver sendo executada, nada muda para o usuário, pois as placas regulamentares e a sinalização do início e término das áreas de estacionamentos vão permanecer e os usuários continuam pagando no antigo sistema”, disse.
 
A VR Parking Digital vai empregar cerca de 50 pessoas diretamente e traz para a cidade, inovações tecnológicas destinadas a facilitar a vida dos usuários que, por meio do novo sistema, poderão, por exemplo, administrar o tempo e os valores das tarifas para o estacionamento. 
- Pensamos em detalhes que agilizem a vida dos motoristas como, por exemplo, os sensores de vagas, sinalizando para quem utilizar o nosso aplicativo, o local, onde o usuário pode parar – ressaltou, lembrando que a ideia é evitar que o motorista fique percorrendo os centros comerciais à procura por estacionamento, perdendo tempo para encontrar uma vaga. 
Outra inovação, que promete agradar ao público, são a agilidade e a praticidade no sistema de pagamento das tarifas pelo uso do estacionamento. Uma delas é o sistema de crédito virtual pré-pago, que poderá ser feito através de cartões de crédito, débito ou boletos bancários.  O usuário carrega o valor que estima gastar na conta do aplicativo e conforme for utilizando, vai sendo abatido do saldo. O programa também avisa quando é preciso recarregar a conta. Num único cadastro é possível colocar mais de um veículo e compartilhar o uso do mesmo saldo. O aplicativo Digipare esta disponível para smartphones IOS, Android e Windows Phone. 
“É muito fácil de usar. É só baixar o Digipare, que é disponibilizado gratuitamente na loja de aplicativos do seu smartphone, criar seu cadastro inserindo as informações do usuário e dos veículos. Quando for estacionar, faz o check in e na saída da vaga o check out e o sistema faz o resto, comentou. 
Segundo Hoffmann, o sistema permite que o usuário pague o tempo que ele efetivamente utilizou a vaga. “Se ele emitiu um bilhete de 30m (tempo mínimo disponibilizado), mas utilizou 20 minutos apenas, quando ele fizer o check out, o sistema devolve os 10 minutos não utilizados para o saldo virtual”, explicou. Entre as vantagens em relação ao sistema atual, ele destaca que o usuário não precisa ficar indo num parquímetro toda hora para emitir o bilhete e ainda deixa de depender das moedas, que são o único meio de pagamento aceito pelos parquímetros. “No novo sistema, ele pode fazer do celular de onde estiver, seja pelo aplicativo, site, 0800 ou SMS. Quem tiver saldo nem precisa fazer nova recarga. Só terá de mudar de vaga quando atingir o limite máximo de uso da vaga que é de três horas, conforme o regulamento”, disse.
Outras opções de pagamento são as emissões avulsas disponíveis em Pontos de Venda em estabelecimentos comerciais conveniados ou a compra do bilhete de estacionamento junto aos monitores da empresa.
 
Transparência
Assim como a tecnologia foi pensada para facilitar a vida do usuário, o sistema também se preocupou com a transparência do serviço. Tanto os atendimentos, quanto as vagas, serão monitorados pela Central da VR Parking Digital. Através de dispositivos, que estarão com os monitores da empresa, haverá acompanhamento da localização de cada um deles em tempo real, que somado as informações de ocupação de vagas que são gerados pelos sensores, permitem uma gestão completa do estacionamento.
 
Tempo
A permanência em estacionamento para veículos de passeio não poderá exceder o período de três horas.  Os valores das tarifas foram determinados no edital da licitação e contrato com a prefeitura. O valor inicial é de R$ 2,50 a hora para carros de passeios, sendo fracionado conforme os minutos utilizados. As motos vão pagar R$1,00 por hora.  Idosos e portadores de necessidades especiais terão gratuidade também para 180 minutos, prazo máximo para se ficar numa mesma vaga. Os horários de funcionamento do estacionamento digital serão das 8 às 18h, de segunda às sextas-feiras, e das 8 às 14h, aos sábados.
Leia também
Rua Bernardo Ferraz, 383 - Bairro Aterrado
Volta Redonda - RJ - CEP: 27213-020
Telefones: (24) 3347-1330 / (24) 3347-4570
Desenvolvido por Rian Design